Barra do Turvo

Barra do Turvo

Quem passa pela divisa entre os estados de São Paulo e Paraná pode até não imaginar, mas, em Barra do Turvo, em meio a belíssima Mata Atlântica, há muito o que se fazer.

As noites não são badaladas e nem mesmo há grandes restaurantes ou shoppings. Mas, isso não é um problema! Com tantas opções de ecoturismo o dia começa bem cedo e, mesmo assim é impossível visitar e conhecer tudo em apenas um dia.

O povo é simples e hospitaleiro, fazendo questão de mostrar cada pedacinho da cidade.

Atrativos

Selecionamos algumas opções de atividades que encantam os turistas que estão a procura de esporte radical ou até mesmo momentos para relaxar em pleno contato com a natureza. Destacamos também alguns pontos que os turistas não podem deixar de conhecer!

Além do ótimo atendimento, comida maravilhosa e acomodações confortáveis, a linda e aconchegante pousada João de Barro oferece ainda para os turistas um espaço ideal para ficar em contato com a natureza, seja relaxando aos sons dos passarinhos, com o barulho do rio ou com o vento passando pelas folhas das árvores, ou também para aqueles que estão em busca de um pouco de adrenalina! É nesse mesmo lugar tranquilo e aconchegante que o visitante poderá ainda desfrutar do arvorismo, que oferece uma travessia em um percurso suspenso entre plataformas estrategicamente montadas entre as árvores com a inclusão de cordas, pneus e madeiras, em diferentes graus de dificuldade.

Essa prática esportiva possibilita trabalhar o equilíbrio, a superação dos medos, acelera a adrenalina, além de oferecer uma linda paisagem vista de ângulos completamente diferentes dos convencionais.

A palavra que talvez melhor descreva esse passeio é superação! Superação das limitações físicas, visto que embora seja muito bonito e divertido, o passeio dura cerca de 50 minutos e exige muita força, concentração, equilíbrio e companheirismo. E, superação mental: enfrentar o medo de cair e de altura, por exemplo. Mas, tudo fica mais fácil quando se escuta o canto dos pássaros e o barulhinho de água do Rio Turvo que passa a poucos metros dali. O trajeto é finalizado com “chave de ouro”, com um pequeno rapel em uma das árvores.

Aqui você poderá conhecer os estados de São Paulo e Paraná em menos de um minuto! Isso porque na travessia por um cabo de aço o turista atravessa os estados em uma velocidade de aproximadamente 50 Km/h em uma distância de 350 metros por cima do Rio Pardo, aproveitando ainda uma vista absurdamente linda! Com toda certeza essa é uma experiência muito emocionante e inesquecível.   
Barra do Turvo é também o destino certo para os praticantes de voo livre. O morro Pico do Caldeirão, situado a 800 metros acima do nível do mar, oferece uma paisagem exuberante dos estados de São Paulo e Paraná e é ideal para a prática de parapente e asa-delta, com decolagens dos quadrantes leste, norte, nordeste, sul e sudeste. É considerado um dos melhores picos do Brasil para a prática de vôo livre, já tendo inclusive sediado etapas do Campeonato Brasileiro e Paranaense.
Barra do Turvo conta ainda com uma unida Associação denominada de Cooperafloresta com a participação de aproximadamente 120 famílias agricultoras e quilombolas. Desde o ano de 2003 visa a adoção dos Sistemas Agroflorestais (SAFs) – prática que promove a proteção e recuperação ambiental aliada ao resgate da dignidade de vida dos seus associados, além de ser uma grande fonte de renda. O município é referência em agroflorestal e a produção é 100% orgânica. Muitos dos produtos são enviados para a venda em feiras de rua da cidade de Curitiba, no Paraná.

Rio e Cachoeiras

É no lindo Rio Turvo que o turista poderá aproveitar a prática de Bóia Cross! A aventura é garantida com a descida com câmara de ar (como se fosse um grande pneu) individual pelo leito dos rios em níveis de corredeiras leves, moderados ou radicais. O esporte pode ser praticado por todas as pessoas de acordo com a dose de emoção desejada, sempre na presença de profissionais da área capacitados e com o quesitos básicos de segurança, assim como colete e capacete. O trajeto possui cerca de quatro quilômetros e tem uma duração média de uma hora e 15 minutos, podendo ter variações de acordo com a correnteza do rio.
Outro grande atrativo de Barra do Turvo é a famosa cachoeira Dito Salú, destino ideal para quem busca adrenalina. Com uma queda de 82 metros de altura, é muito procurada pelos amantes da prática de rapel. Outro destaque é a piscina de águas claras e a extensa área verde.

Essa cachoeira é uma das mais visitadas da região e possui um alto nível de conservação natural. Para se chegar até o local é necessário fazer uma trilha em meio a Mata Atlântica considerada de fácil acesso. Além do rapel que pode ser feita na cachoeira.

O acesso é pela estrada de Barra do Turvo, com 38 km de terra.  É preciso deixar o carro a 1 km da cachoeira, fazendo o restante desse percurso a pé em estrada um pouco precária.

Além de linda, a cachoeira é muito utilizada para a prática de cascading, cisto que a água escorre por um extenso paredão.

Trilhas e Cavernas

Em Barra do Turvo há várias trilhas de diferentes níveis de pilotagem, partindo desde o menos experiente até os níveis mais altos. Lugar de adrenalina e muita diversão, o caminho é recheado com vários obstáculos diferentes, com riachos, pedras, muito barro e animais selvagens.
Parte da Trilha do Fria é realizada por dentro d´água, em meio a belas cachoeiras para a prática de cachoeirismo. Esta trilha leva os turistas para verdadeiros paraísos escondidos na Mata Atlântica, passando por rios de águas cristalinas e perto de animais e muitos pássaros que deixam o trajeto ainda mais exuberante!
Essa misteriosa Caverna tem seu percurso por meio de um pequeno córrego que se forma pela junção das águas dos diferentes condutos.

Conta a história que foi descoberta em 1907 Sigismund Ernst Richard Krone, que já havia catalogado 20 cavernas desde 1896 para seus estudos arqueológicos. Desde então a Caverna ficou esquecida e só em 1909 foi descrita pela primeira vez com o nome “Caverna do Rio Fria”.

Festas e Eventos

A Festa do Lavrador é muito tradicional no município e todo ano reúne centenas de pessoas, entre elas moradores, visitantes, turistas e cavaleiros de todo país. É promovida atualmente pela administração pública e teve sua origem pela Igreja Católica local, em agosto de 1884.
O evento acontece sempre no mês de janeiro e reúne centenas de pessoas. É uma das festas mais esperadas pelos munícipes e oferece uma boa comida, música ao vivo, gincana, festivais de paródias, entre tantas outras atrações.

Conta a história que a Festa do Milho foi criada há 14 anos pelo produtor Valfrides Bonrruque, que junto aos irmãos aprenderam a cultivar o milho com os pais.

O município promove mais de dez cavalgadas durante o ano, sendo as mais relevantes: cavalgada para a Romaria de Iguape, cavalgada Festa do Lavrador, Encontro dos Tropeiros, Serra do Pernilongo, Festa do Milho, Sagrado Coração de Jesus e cavalgada Grupo Chão Batido.

Mapa da Cidade

Recebe as últimas novidades

Preencha seu e-mail